Município arranca com iniciativa que assenta na produção tradicional de linho e em abordagem estratégica para a redução e reutilização de materiais.

 Câmara Municipal de Vouzela acolheu, na passada  segunda-feira, 15 de novembro, visita de designer de moda, Daniela Pais, num evento  que marcou o lançamento de novo projeto com foco no setor têxtil e sustentabilidade,  bem como na recuperação de tradições locais.  

Com início a partir do próximo ano, esta é uma iniciativa pensada por jovens com  experiência internacional e, que vai ter como mote “pensar global, agir local”, fazendo  uso dos princípios da economia circular. A ideia é apresentar uma abordagem estratégica  apoiada na redução e reutilização de materiais, aumentando assim o valor e tempo de  vida dos mesmos.  

Este é um projeto alinhado com aquele que tem sido o compromisso do Município, em  tornar-se cada vez mais sustentável e, que de resto tem envolvido a comunidade em  vários quadrantes. Centrada na recuperação de tradições da região, em específico na  produção de linho de tear, a iniciativa pretende ainda encontrar novas formas de  transformar o setor, através da inovação, orientando o património têxtil para o futuro. 

O evento de lançamento foi marcado pela visita de Daniela Pais, que fundou, em 2008, a  marca de roupa sustentável – Elementum, construída sob a premissa de desperdício zero  e utilização de materiais de origem natural com baixo impacto no ambiente. A  sustentabilidade tem sido sempre uma prioridade da marca, em cada uma das etapas de  produção, bem como a criação de roupas intemporais e com múltiplas funcionalidades,  por forma a prolongar o ciclo de vida das mesmas.  

Vouzela vai assim implementar, em 2022, novo projeto de apoio à produção local no  setor têxtil e, que prevê minimizar desperdícios e valorizar tradições e património da  região.