O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, considerou que o Hospital Dr. Francisco Zagalo – Ovar (HFZ-Ovar) deu “uma resposta notável” em período de pandemia, graças ao empenho dos seus profissionais.

A vinda a este hospital reveste-se ainda de mais simbolismo depois de um ano tão difícil e desafiante como o que vivemos, depois de um arranque de ano tão exigente – um dos mais exigentes para o Serviço Nacional de Saúde e para muitos de nós. Voltarmos a estar aqui reunidos, hoje, presencialmente, deve ser para nós um sinal de esperança e de confiança, disse.

Este hospital é pequeno na sua dimensão física, mas é enorme naquilo que são as suas capacidades técnicas e humanas; é enorme na sua capacidade de adaptação e de reorganização; é enorme na qualidade dos serviços que presta;  e é enorme na sua história, salientou.

Ao olharmos para trás, devemos sentir orgulho na trajetória desta instituição de saúde, que abrange uma população de cerca de 60 mil pessoas. Devemos orgulhar-nos da dedicação dos seus colaboradores, do ambiente que aqui se vive, da qualidade dos serviços que aqui são prestados”, acrescentou António Lacerda Sales.

O governante falava, esta quinta-feira, durante a sessão o 55º aniversário do Hospital Dr. Francisco Zagalo – Ovar (HFZ-Ovar). Na ocasião, inaugurou o novo espaço da Unidade de Hospitalização Domiciliária e dos serviços de apoio deste hospital. 

O nosso hospital, como o conhecemos, faz hoje 55 anos. Uma data que muito nos honra assinalar na presença do Senhor Secretário de Estado, acima de tudo para agradecer aos profissionais desta instituição. Aos atuais e a todos que por cá passaram e dedicaram a sua vida ao SNS e à prestação de cuidados de saúde à população do concelho e da região, disse o presidente do Conselho Diretivo do HFZ-Ovar, Luís Miguel Ferreira.  

O responsável enalteceu a “humanidade e o profissionalismo” dos trabalhadores desta unidade hospitalar, lembrando “o sufoco da pandemia” vivido há cerca de um ano. “Não tenho dúvidas quando digo que o nosso trabalho é reconhecido pela comunidade e pela nossa tutela. Pela comunidade porque as pessoas recorrem cada vez mais à nossa instituição para acederem aos cuidados de saúde que precisam e que nós, à nossa escala e dimensão e atento o nosso perfil assistencial, podemos prestar. Mas também pela tutela que tem criado as condições que precisamos para crescer. E o último exemplo foi a viabilização financeira da obra de ampliação e reabilitação do Bloco Operatório”, sublinhou. 

É um dia de festa para o nosso concelho, sendo de elementar justiça prestar aqui uma homenagem a todos os que trabalharam e trabalham neste hospital em prol dos melhores serviços de saúde”, referiu o presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro, aproveitando para agradecer ainda “o carinho e a ajuda” de António Lacerda Sales durante o período crítico da pandemia.  

Inaugurado a 24 de junho de 1966 pelo então Presidente da República, Américo Tomás, o edifício começou a ser construído em 1958 com a finalidade de assegurar na sua sub-região a assistência médica e cirúrgica que os seus meios lhe permitissem. 

Presta assistência direta à população do município de Ovar e concelhos limítrofes, abrangendo uma população de cerca de 60.000 habitantes. 

O equipamento é constituído por um edifício principal de quatro pisos e por um conjunto satélite de cinco pequenos edifícios, prevendo-se para breve um novo edifício associado à obra de ampliação/remodelação do Bloco Operatório. 

O HFZ-Ovar é uma unidade hospitalar classificada como Hospital Distrital de Nível I, desde 17 de fevereiro de 1983, sendo um dos cinco hospitais do Setor Público Administrativo (SPA) ainda existentes no país.