A Unidade de Controlo Costeiro (UCC), através do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Aveiro, no dia 13 de dezembro, apreendeu 233 quilos de pescado fresco, na localidade da Gafanha da Nazaré – Ílhavo.

Numa ação de fiscalização direcionada para o controlo do cumprimento das regras de captura e transporte de pescado fresco, os militares da Guarda detetaram o pescado a ser transportado nas imediações da lota, sem que tivesse sido submetido ao regime de primeira venda. Foi identificada uma mulher de 27 anos e elaborado o respetivo auto de contraordenação, cuja coima pode ascender aos 3 740 euros.

O pescado apreendido foi posteriormente comercializado, após terem sido desencadeados os procedimentos legais que o permitem.

A GNR salienta que, a primeira venda de todo o pescado fresco é obrigatoriamente realizada em lota pelo sistema de leilão.

A prática de uma pesca sustentável que respeite a natureza e a integridade dos ecossistemas, contribui para a conservação das unidades populacionais de peixes.