O resultado das obras do edificado bracarense, avaliadas em cerca 1 milhão de euros, é inaugurado este sábado

No próximo sábado, 5 de fevereiro, será inaugurada a obra de reabilitação realizada na Igreja do Convento do Pópulo, em Braga. A intervenção foi financiada por fundos europeus, através do NORTE 2020.

A sessão, que terá início pelas 16h, será presidida pelo administrador apostólico da Arquidiocese de Braga, D. Jorge Ortiga, e contará com a presença do Presidente da CCDR-NORTE, António Cunha.

O projeto “Valorizar a Igreja do Pópulo: reabilitação, conservação e promoção” foi objeto de uma candidatura ao NORTE 2020 e significou um investimento de cerca de 1 milhão de Euros, dos quais 840 mil Euros (85 por cento) são de fundos europeus.

Esta igreja, inserida no roteiro do património religioso de Braga, é um símbolo da arquitetura religiosa da cidade e uma das igrejas mais visitadas diariamente, devido ao seu elevado interesse turístico.

O edifício apresentava, antes da intervenção, severas condições de conservação, sobretudo ao nível das coberturas, torres, fachadas, pisos, tetos, caixilharia, balaustrada do coro alto e caixa do órgão.

A construção do templo foi iniciada em 1596 mas prolongou-se até ao século XIX. Com a extinção das ordens religiosas masculinas (1834), o conjunto transitou para as mãos do Estado, tendo as dependências do convento, a partir de 1841, passado a acolher um Regimento de Infantaria. Desde 1996, as dependências do convento albergam alguns dos serviços da Câmara Municipal de Braga.